Ouça agora na Rádio

N Notícia

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA / fotospublicas.com

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA / fotospublicas.com

Inofensivo, Atlético é dominado pelo Grêmio e perde a vice-liderança do Brasileiro

Desorganizado em campo, Galo foi facilmente batido pelo Tricolor: 2 a 0

Informações compartilhadas Superesportes
 
Na volta do Campeonato Brasileiro, o futebol do Atlético desapareceu. Desorganizado e inofensivo, o Alvinegro foi facilmente batido pelo Grêmio, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre, pela 13ª rodada da Série A. Os gols do Tricolor foram marcados por Bressan e André, ambos no segundo tempo. O time gaúcho ainda perdeu um pênalti com Luan, que chutou na trave.
 
O Atlético estreou cinco reforços nesse duelo e sentiu as mudanças em relação ao time que encerrou a primeira parte da temporada. Claramente, a equipe sofreu com a falta de entrosamento e pouco ameaçou os donos da casa. Pesou ainda a bola aérea do Tricolor, que marcou duas vezes de cabeça.
 
Com a derrota, o Atlético perde a vice-liderança para o São Paulo, que venceu o líder Flamengo. O Galo poderia encostar no time carioca, mas segue quatro pontos atrás do Rubro-Negro. Já o Grêmio encosta no Galo. O Tricolor é o quarto, com 23 pontos, mesmo número do time mineiro, que leva vantagem por ter uma vitória a mais.
 
Na próxima rodada, o Atlético visita o Palmeiras, domingo, às 16h, no Allianz Parque. No mesmo dia e horário, o Grêmio visita o Vasco, em São Januário.
 
O técnico Thiago Larghi surpreendeu na escalação do Atlético. Edinho ganhou a vaga deixada por Róger Guedes. Com isso, Chará atuou pela esquerda. O baixinho vindo do Fortaleza se posionou pela direita. O time entrou muito mudado em relação ao que vinha jogando antes da pausa para a Copa do Mundo. A falta de entrosamento foi visível na etapa inicial.
 
Chará e Edinho, muitas vezes, inverteram posicionamentos com Luan e Elias, respectivamente, no momento da marcação. O Atlético, encurralado pelo Grêmio, tentou sair muitas vezes pelo meio, mas as jogadas não tiveram sequência. O Tricolor comandou a primeira etapa, mas teve apenas uma boa chance. Após chute de Everton, Victor espalmou e Fábio Santos evitou, em cima da linha, que o adversário colocasse a bola para as redes.
 
Ao menos na primeira etapa, o Galo conseguiu se defender bem e sofreu pouco. Porém, no ataque, as coisas não deram certo. O time não conseguiu sair com velocidade pelos lados do campo. Para piorar, o estreante Edinho, após dar a única finalização da equipe na primeira etapa, sentiu dores na coxa esquerda e foi substituído. Entrou Denílson, outro estreante, em seu lugar.
 
Após a modificação, Chará passou a atuar pelo lado direito e Denílson caiu pelo lado esquerdo. A equipe ficou mais equilibrada e passou a ter mais a bola no campo de ataque. No entanto, o time seguiu sem criar chances.
 
Para o segundo tempo, as duas equipes voltaram com as mesmas escalações. Diferentemente do primeiro tempo, o Grêmio conseguiu, sem dificuldades, furar o bloqueio do Atlético. Aos 6’, Luan cobrou escanteio na primeira trave, Bressan antecipou-se a Ricardo Oliveira e tocou de cabeça para abrir o placar: 1 a 0.
 
Pouco tempo depois, houve falta lateral para o Grêmio. A cobrança foi rápida, a defesa alvinegra se desorganizou e Léo Moura recebeu livre para cruzar. André levou a melhor entre os zagueiros Juninho e Gabriel, e ampliou de cabeça: 2 a 0.
 
O Tricolor teve a chance de marcar o terceiro gol diante de um atônito Atlético. Após novo escanteio, Fábio Santos puxou Everton dentro da área. Pênalti marcado pelo auxiliar que fica atrás do gol. Na cobrança, Luan acertou a trave. 
 
O time de Renato Gaúcho seguiu em cima, sem deixar o Atlético ameaçar. Os donos da casa apenas administraram a partida para garantir o triunfo.
 
GRÊMIO 2 X 0 ATLÉTICO
 
Grêmio
Marcelo Grohe; Léo Moura (Marinho, aos 36 minutos do segundo tempo), Pedro Geromel, Bressan e Cortez; Maicon (Jaílson, aos 11 minutos do segundo tempo), Cìcero, Ramiro, Luan e Everton; André (Douglas, aos 31 minutos do segundo tempo)
Técnico: Renato Portaluppi
 
Atlético
Victor; Patric, Gabriel, Juninho e Fábio Santos; José Welison, Elias e Luan; Yimmi Chará (Terans, aos 26 minutos do segundo tempo), Edinho (Denílson, aos 33 minutos do primeiro tempo) e Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi
 
Gols: Bressan, aos seis minutos, André, aos 13 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Gabriel, aos 39 minutos do primeiro tempo; Maicon, aos 10 minutos do segundo tempo; Elias, aos 20 minutos do segundo tempo; 
 
Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre
Data e horário: quarta-feira, 18 de julho de 2018, às 21h45
 
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (CBF/SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (CBF/SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (FIFA/SP)
FONTE: Túlio Kaizer /Superesportes
Link Notícia

Leia também