Ouça agora na Rádio

N Notícia

© Foto : NASA/ JPL-Caltech/MSSS

FOTO: © Foto : NASA/ JPL-Caltech/MSSS

'Dunas fantasmas' poderiam ser prova de que Marte abrigou vida

Centenas de "dunas fantasmas", que cobrem a superfície do Planeta Vermelho, poderiam ser um bom começo na busca de sinais de vida antiga pela possibilidade de terem protegido micróbios de radiações fortes.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

Um grupo de cientistas, liderado por Mackenzie Day, pesquisadora da Universidade de Washington em Seattle (EUA), acredita que o melhor local para encontrar evidências de que Marte abrigou vida microbiana corresponde às "dunas fantasmas" em sua superfície, segundo revela estudo publicado no dia 5 de junho pelo Journal of Geophysical Research.

De acordo com o estudo, centenas de "dunas fantasmas" de meia-lua, que cobrem a superfície do Planeta Vermelho, poderiam revelar a possibilidade de vida microbiana em Marte.

Além de fornecer dados sobre o clima de Marte no passado e a mudança nos padrões dos ventos, cientistas argumentam que essas marcas naturais poderiam ser uma boa partida na busca de sinais de vida antiga, já que poderiam ter protegido micróbios de radiações fortes.

As "dunas fantasmas" são marcas deixadas por lava ou sedimentos que foram transportados por água, enterrados por areia e que conservaram seus contornos. Especialistas dizem que, embora o vento possa ter expulsado areia das partes superiores, é provável que os restos da base tenham sido preservados.

Um antigo sistema de dunas

As extraordinárias montanhas de areia foram vistas várias vezes da Terra, bem como em imagens obtidas por satélites de diferentes regiões de Marte, por exemplo, na planície de Helade ou em Noctis Labyrinthus. A equipe científica encontrou mais de 480 "dunas fantasmas" em Noctis Labyrinthus e cerca de 300 a leste da planície de Helade. A altura média das dunas, encontradas nesses locais, varia entre 39 e 75 metros.

Noctis Labyrinthus, "o labirinto da noite", é uma região de Marte entre Valles Marineris e o planalto de Tharsis. A região é conhecida por seu sistema de vales profundos e íngremes que se assemelham a um labirinto.

"Sabemos que as dunas da Terra podem suportar a vida e que as dunas da Terra são muito semelhantes às de Marte", afirma Day. Ao mesmo tempo, a pesquisadora acrescenta que a forma e o tamanho das dunas observadas mostram que algumas delas provêm de um "antigo sistema de dunas" e que foram formadas através de um clima diferente do atual.

O artigo conclui que, caso Marte tenha abrigado vida antes, o melhor lugar para encontrar evidências é precisamente nessas antigas dunas, que podem ter exercido a função de cavernas, protegendo, assim, a vida microbiana da radiação.

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia

Leia também