Ouça agora na Rádio

N Notícia

© CC0 Creative Commons / Pixabay

FOTO: © CC0 Creative Commons / Pixabay

Guerra comercial com a China impacta pequenos agricultores dos EUA

Todas as informações compartilhadas Sputnik Brasil

A congressista norte-americana Robin Kelly prometeu em uma declaração nesta quinta-feira (5) lutar contra a política comercial do presidente Donald Trump, que levou a China a impor novas tarifas sobre os produtos norte-americanos e pode afetar gravemente os agricultores em seu estado natal de Illinois, nos Estados Unidos.

"A guerra comercial equivocada e mal concebida do presidente Trump com a China e outras nações terá um grande impacto negativo sobre os agricultores e comunidades rurais de Illinois", disse Kelly.

Na quarta-feira (4), o governo chinês anunciou novas tarifas de até 25% sobre 106 produtos dos EUA. As tarifas têm como alvo produtos agrícolas, veículos e produtos químicos, entre outros, e podem afetar até US$ 50 bilhões em produtos dos EUA anualmente. O anúncio chinês veio menos de 24 horas depois que o governo Trump impôs uma nova rodada de tarifas sobre produtos chineses.

Kelly disse no comunicado que as novas tarifas são um resultado direto da retórica e das políticas falhas de Trump que "incapacitarão os agricultores que já estão sofrendo com os recordes negativos de preços das commodities".

Kelly se referiu especificamente às tarifas chinesas sobre a carne suína e a soja dos EUA, que, segundo ela, "impactarão dramaticamente" os produtores de carne suína e de soja em Illinois.

"Em vez de trabalhar para capacitar e cultivar comunidades rurais e famílias agricultoras, as políticas do presidente arriscam matar a subsistência delas e acabar com a rica tradição da agricultura familiar de Illinois. Eu continuarei lutando pelos agricultores de Illinois e continuarei trabalhando para expandir as oportunidades para eles levarem seus produtos ao mercado sem tarifas externas onerosas", disse Kelly.

Illinois é o lar de mais de 40 mil produtores de soja e 2 mil produtores de carne suína, de acordo com o comunicado.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia

Leia também